quarta-feira, 4 de abril de 2012

4 de abril de 1912







Embarca parte da tripulação no dia 4 de abril. Inicia-se o recolhimento das provisões e da carga, cujo manifesto, em segunda via, segue hoje para Nova York pelo Mauretania, da Cunard, uma cautela da época. A companhia também trata do abastecimento de carvão. O Titanic não dispõe de combustível bastante para a viagem, traz em suas carvoeiras apenas 1.880 toneladas.

A carga é variada:
Orquídeas, canetas, filmes, porcelana, objetos de prata, algodão, batatas, resinas, vinho, licores, brandy, conhaque e champanhe. Segundo um autor, a quantidade de bebida alcoólica trazida para bordo é suficiente para embebedar meia Nova York durante uma semana.

Alguns itens intrigam:
300 caixas de nozes destinadas ao First National Bank of Chicago, 11 fardos de borracha para o National City Bank of New York, 25 caixas de sardinhas para a firma de investimentos Lazard Frères, um caixote de velas de cera para American Motor Co., além de quatro caixas de ópio sem o nome do remetente.

Andrews inspeciona a obra-prima da White Star Line e faz críticas anotações em sua cabine, a A-36. À noite, vai recolher-se ao hotel South Western, na vizinhança do porto.


fonte:titanicmomentos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Facebook

LEITORES CONECTADOS